Seleção de Poesias


Índice: 155 páginas



Adalgisa Nery - 1

A Essência Imutável;
A Paisagem de Amanhã;
A Poesia se Esfrega nos Seres e nas Cousas;
A Razão de Eu me Gostar;
O Mundo Pulveriza-nos sem Revelar;
A Rota;
Abandono.


Adalgisa Nery - 2

Anseio;
Aspiração;
Canção para Dentro;
Cantiga de Ninar;
Cemitério Adalgisa;
Escultura;
Eterno Tédio;
Eu em Ti.


Adalgisa Nery - 3

Fantasmas;
Instante;
Mistérios;
Mulher;
Nostalgia do Impreciso.


Adalgisa Nery - 4

O País do Poeta;
Paisagem;
Poema da Amante;
Poema de Amor;
Poema Essencialista;
Poema Natural.


Adalgisa Nery - 5

Poema Simples;
Repouso;
Silêncio;
Solidão;
Ternura;
Vivência.


Adélia Prado - 1

A Cólera Divina;
A Imagem Refletida;
A Paciência e seus Limites;
A Serenata;
A Transladação do Corpo;
Amor Feinho;
Amor no Éter;
Amor Violeta.


Adélia Prado - 2

Antes do Nome;
Branco;
Bucólica Nostálgica;
Códigos;
Contramor;
Corridinho;
Domus;
Ensinamento;
Exausto.


Adélia Prado - 3

Explicação de Poesia sem Ninguém Pedir;
Formas;
Humano;
Impressionista;
Janela;
Jó Consolado;
Meditação à Beira de um Poema;
Neurolinguística;
O Dia da Ira;
O Nascimento do Poema.


Adélia Prado - 4

O Oráculo;
O Poeta Ficou Cansado;
O Sempre Amor;
O Tesouro Escondido;
Órfã na Janela;
Para o Zé.


Adélia Prado - 5

Para Perpétua Memória de meu Pai;
Poema Começado no Fim;
Sensorial;
Tão Bom Aqui;
Tempo;
Tentação em Maio;
Uma Janela e sua Serventia;
Viés.


Anna Akhmátova - 1

Aprendi a viver com simplicidade, com juízo;
Asa;
Cleópatra;
Púschkin;
Dístico;
Do Ciclo os Mistérios do Ofício;
Eu Visitei o Poeta;
Lendo Hamlet;
Música;
O Veredito;
Tantas Vezes Maldizia;
Torci os Dedos sob a Manta Escura.


Anna Akhmátova - 2

Aprendi a viver com simplicidade, com juízo;
Torço as Mãos sob o Negro Xale...;
Porta Aberta, Luz Acesa...
Na Tsárskoie Seló: 1, 2 e 3;
Seu Vizinho, eu Perdi as Estribeiras!;
Para a Musa;
A Câmara Noturna;
Onde Está teu Ciganinho, Excelência?;
Canção de Ninar.


Anna Akhmátova - 3

Por que te Disfarças;
Épicos Motivos: 1 e 2;
Prece;
O povo esperava, sob uma Ânsia;
A Musa;
Em Memória de Serguei Iessiênin;
Maiakovski no Ano de 1913.


Anna Akhmátova - 4

Resposta Tardia;
Requiem;
Dedicatória;
Introdução;
IV, V, VI;
VIII (Para a Morte);
IX;
Crucificação;
Epílogo.


Anna Akhmátova - 5

Primeiro Projétil de Longo Alcance...;
Os Desintegrados Pássaros...;
Pela Janela do Avião;
Cinco Anos se Passaram...;
Música;
Não me Atormentes com um Destino Terrível.


Carlos Drummond de Andrade - 1

A Bruxa;
Amar;
As Sem-razões do Amor;
Consolo na Praia;
Lira do Amor Romântico.


Carlos Drummond de Andrade - 2

Lira Romantiquinha;
Mãos Dadas;
Não se Mate;
O Mundo é Grande;
Poesia;
Um Amigo Íntimo.


Carlos Drummond de Andrade - 3

Aurora;
Consideração do Poema;
Entre o Ser e as Coisas;
Memória.


Carlos Drummond de Andrade - 4

Hino Nacional;
Infância;
Legado;
Privilégio do Mar;
Receita de Ano Novo.


Carlos Drummond de Andrade - 5

Resíduo;
Canção Amiga.


Carlos Drummond de Andrade - 6

Confissão;
Para Sempre;
Parolagem da Vida.


Cecília Meireles - 1

Aprendi a viver com simplicidade, com juízo;
Leveza;
Aqui Está Minha Vida;
Marinha;
Interlúdio;
É Preciso não Esquecer Nada;
Lamento do Oficial por seu Cavalo Morto.


Cecília Meireles - 2

Noções;
Encomenda;
Noturno;
Suavíssima;
De um Lado Cantava o Sol.


Cecília Meireles - 3

Canção (1);
Canção (2);
Herança;
Cronista Enamorado do Saguim;
Romance II ou do Ouro Incansável;
Gargalhada.


Cecília Meireles - 4

Anunciação;
Discurso;
Epigrama Número 1;
Epigrama Número 2;
Excursão;
Motivo;
Música;
Noite;
Retrato;
Serenata.


Cecília Meireles - 5

A Última Cantiga;
Aceitação;
Canção;
Conveniência;
Criança;
Desamparo;
Epigrama Número 3;
Fim;
Fio;
Murmúrio;
Perspectiva;
Solidão.


Cecília Meireles - 6

Inverno;
Epigrama Número 4;
Orfandade;
Alva;
Cantiguinha;
Terra;
Êxtase;
Som.


Cecília Meireles - 7

Campo;
Descrição;
Distância;
Epigrama Número 5;
Epigrama Número 6;
Grilo;
Guitarra;
Pausa;
Renúncia;
Rimance;
Valsa;
Vinho.


Cecília Meireles - 8

Atitude;
Corpo no Mar;
Luar;
Diálogo;
Estrela;
Desventura;
Noturno;
Epigrama Número 7;
Realejo;
Fadiga.


Cecília Meireles - 9

Horóscopo;
Ressurreição;
Serenata;
Praia;
Sereia;
Encontro;
Epigrama Número 8;
Cantiga;
Cavalgada.


Cecília Meireles - 10

Medida da Significação - I;
Medida da Significação - II;
Medida da Significação - III;
Medida da Significação - IV;
Grilo;
Acontecimento;
Epigrama Número 9;
Província;
Cantar.


Cecília Meireles - 11

Destino;
Quadras;
Noturno;
Origem;
Feitiçaria;
Marcha.


Cecília Meireles - 12

Epigrama Número 10;
Onda;
História;
Assovio;
Personagem;
Estirpe;
Tentativa.


Cecília Meireles - 13

Cantiga;
Epigrama Número 11;
Passeio;
Cantiga (outra);
A Menina Enferma - I;
A Menina Enferma - II;
A Menina Enferma - III;
Desenho;
Timidez.


Cecília Meireles - 14

Taverna;
Pergunta;
Epigrama Número 12;
Vento;
Miséria;
Metamorfose;
Despedida;
Epigrama Número 13.


Cruz e Sousa - 1

De Alma em Alma;
Alucinação;
Caminho da Glória;
Conciliação;
Glória;
O Grande Momento.


Cruz e Sousa - 2

Ironia de Lágrimas;
Madona da Tristeza;
A Perfeição;
Piedade;
Presa do Ódio;
Vida Obscura.


Cruz e Sousa - 3

Benditas Cadeias;
Cárcere das Almas;
Cogitação;
Grandeza Oculta;;
Imortal Atitude;;
Livre!


Cruz e Sousa - 4

Prodígio;
Quando Será?!;
Supremo Verbo;
Único Remédio;
Vão Arrebatamento;
Voz Fugitiva.


Cruz e Sousa - 5

Antífona;
Siderações;
Lésbia;
Múmia;
Em Sonhos...;
Lubricidade;
Monja;
Cristo de Bronze.


Cruz e Sousa - 6

Clamando;
Braços;
Regina Coeli;
Sonho Branco;
Canção da Formosura;
Torre de Ouro;
Carnal e Místico;
A Dor.


Cruz e Sousa - 7

Encarnação;
Sonhador;
Noiva da Agonia;
Lua;
Satã;
Beleza Morta;
Afra;
Primeira Comunhão.


Cruz e Sousa - 8

Judia;
Velhas Tristezas;
Visão da Morte;
Deusa Serena;
Tulipa Real;
Aparição;
Vesperal;
Dança do Ventre;
Foederis Arca.


Cruz e Sousa - 9

Tuberculosa;
Flor do Mar;
Dilacerações;
Regenerada;
Sentimentos Carnais;
Cristais;
Sinfonias do ocaso;
Rebelado.


Cruz e Sousa - 10

Música Misteriosa...;
Serpente de Cabelos;
Post Mortem;
Alda;
Acrobata da Dor;
Angelus...;
Lembranças Apagadas.


Cruz e Sousa - 11

Supremo Desejo;
Sonata;
Majestade Caída;
Incensos;
Luz Dolorosa...;
Tortura Eterna.


Eugênio de Andrade - 1

A Figueira;
A Ilha;
A Música;
A Pedra;
Adágio;
Antes de Saber;
Aos Jacarandás de Lisboa;
Apenas um Corpo;
Arrepio na Tarde.


Eugênio de Andrade - 2

Árvores;
As Amoras;
As Maçãs;
As Palavras;
As Razões do Mundo;
Cada Coisa;
Canção Breve;
Cantas...;
Chuva de Março;
Coral.


Eugênio de Andrade - 3

Em Lisboa com Cesário Verde;
É Assim, a Música;
Espera;
Há Dias;
Introdução ao Canto;
Língua dos Versos;
Madrigal;
Música Mirabilis;
Na Luz a Prumo;
Nada.


Eugênio de Andrade - 4

Nas Palavras;
No Lume no Gume;
No meu Desejo;
Nocturno a Duas Vozes;
Noite Transfigurada;
Nos teus Dedos...;
Numa Fotografia;
O Amor.


Eugênio de Andrade - 5

O Caminho das Dunas;
O Lugar mais Perto;
O Olhar;
O Pequeno Sismo;
O Peso da Sombra;
O Sal da Língua;
O Sal da Terra;
O Silêncio;
O Sorriso;
Obscuro Domínio;
Ocultas Águas.


Eugênio de Andrade - 6

Oiço Falar;
Onde me Levas, Rio que Cantei...;
Os Frutos;
Os Livros;
Ostinato;
Ouço Correr a Noite...;
Outono;
Pequena Elegia de Setembro;
Prato de Figos;
Procuro-te.


Eugênio de Andrade - 7

Que Diremos Ainda?;
Sempre a Água;
Serenata;
Somos Folhas Breves...;
Sulcos;
Talvez;
Tempo em que se Morre;
Três ou Quatro Sílabas;
Tu Estás Onde o Olhar Começa...;
Um Amigo É às Vezes o Deserto...;
Um Nome.


Eugênio de Andrade - 8

Um Rio te Espera;
Um Simples Pensamento;
Urgentemente;
Variações em Tom Menor;
Vêm da Infância;
Ver Claro;
As Gaivotas;
Os Jacarandás;
Vastos Campos.


Euro Oscar - 1

Um Cigano Sonhador (Acróstico);
O Livro da Vida (Acróstico);
Inspirado em Khalil Gibran (Acróstico).


Euro Oscar - 2

Onde Está Deus;
Os Ciclos da Vida;
A Maior Vitória.


Euro Oscar - 3

E o Milagre Acontece;
Ser, antes de Ter;
Pés no Chão, Cabeça nas Nuvens.


Euro Oscar - 4

Um Dia Após o Outro;
Homenageando Mahatma Gandhi;
A Porta da Felicidade.


Euro Oscar - 5

Um Milagre e o Recomeço;
Cidadania;
Reencontrar a Natureza.


Euro Oscar - 6

O Pai-Nosso em Acróstico;
Meditando no Evangelho de Tomé, Logion 2;
O Livro do Amor.


Euro Oscar - 7

Eis a Vida! Despertemos!;
Avenidas da Feli-Cidade;
Nossos Irmãos Mais Velhos.


Euro Oscar - 8

O Ser Humano e o Planeta;
O Ser Humano e o Planeta (com acróstico);
Mais Luz nas Atitudes.


Euro Oscar - 9

Hoje, 31 de Já-Me-Lembro;
Hoje, 31 de Já-Me-Lembro (com acróstico);
O Som Silencioso do Divino.


Euro Oscar - 10

A TV dos Sonhos;
A TV dos Sonhos (com Acróstico);
Reminiscências, de Vez em Quando.


Euro Oscar - 11

O Rei Açoka (264 a 227 a.C.).


Euro Oscar - 12

Rumo à Nova Língua Mundial;
Os Elétrons, Súditos?;
Crescer e Merecer Florescer;
Meditação: Tranquilizar-se.


Euro Oscar - 13

Acertando o Ritmo na Vida;
Escuta, Minha Alma!;
Semeando o Bem, com Alegria;
Os Bons Hóspedes.


Euro Oscar - 14

Por uma Ciência sem Preconceitos – 1;
Por uma Ciência sem Preconceitos - 2.

Fernando Pessoa - 1

Prece;
Aconteceu-me do Alto do Infinito;
Emissário de um Rei Desconhecido;
Há um Poeta em mim que Deus me Disse;
Adagas Cujas Joias Velhas Galas.


Fernando Pessoa - 2

Ah, mas Aqui Onde Irreais Erramos;
Meu Coração é um Almirante Louco;
A Praça da Figueira de Manhã;
Barrow-on-Furness II;
Barrow-on-Furness IV.


Fernando Pessoa - 3

Como uma Voz de Fonte que Cessasse;
A Minha Vida é um Barco Abandonado;
Fresta;
Acho Tão Natural que não se Pense;
A Criança que Fui Chora na Estrada - I;
A Criança que Fui Chora na Estrada - II;
A Criança que Fui Chora na Estrada - III.


Fernando Pessoa - 4

Ao Quinto Império;
Entre o Sonho e o Sono;
Não Sei Quantas Almas Tenho;
Para Ser Grande;
Iniciação.


Fernando Pessoa - 5

O Guardador de Rebanhos (da pág. 5 à 12):
(com o heterônimo Alberto Caeiro)


I - Eu Nunca Guardei Rebanhos;
II - O Meu Olhar;
III - Ao Entardecer.


Fernando Pessoa - 6

IV - Esta Tarde a Trovoada Caiu;
V - Há Metafísica Bastante em Não Pensar em Nada;
VI - Pensar em Deus;
VII - Da Minha Aldeia.


Fernando Pessoa - 7

VIII - VIII - Num Meio-Dia de Fim de Primavera.


Fernando Pessoa - 8

IX - Sou um Guardador de Rebanhos;
X - Olá, Guardador de Rebanhos;
XI - Aquela Senhora tem um Piano;
XII - Os Pastores de Virgílio;
XIII - Leve;
XIV - Não me Importo com as Rimas;
XV - As Quatro Canções;
XVI - Quem me Dera;
XVII - No meu Prato;
XVIII - Quem me Dera que eu Fosse o Pó da Estrada;
XIX - O Luar.


Fernando Pessoa - 9

XX - O Tejo é mais Belo;
XXI - Se Eu Pudesse;
XXII - Num Dia de Verão;
XXIII - O meu Olhar;
XXIV - O que Nós Vemos;
XXV - As Bolas de Sabão;
XXVI - Às Vezes;
XXVII - Só a Natureza é Divina.


Fernando Pessoa - 10

XXVIII - Li Hoje;
XXIX - Nem Sempre Sou Igual;
XXX - Se Quiserem que Eu Tenha um Misticismo;
XXXI - Se às Vezes Digo que as Flores Sorriem;
XXXII - Ontem à Tarde;
XXXIII - Pobres das Flores;
XXXIV - Acho tão Natural que não se Pense.


Fernando Pessoa - 11

XXXV - O Luar;
XXXVI - Há Poetas que são Artistas;
XXXVII - Como um Grande Borrão;
XXXVIII - Bendito seja o Mesmo Sol;
XXXIX - O Mistério das Cousas;
XL - Passa uma Borboleta;
XLI - No Entardecer;
XLII - Passou a Diligência;
XLIII - Antes o Voo da Ave;
XLIV - Acordo de Noite.


Fernando Pessoa - 12

XLV - Um Renque de Árvores;
XLVI - Deste Modo ou Daquele Modo;
XLVII - Num Dia Excessivamente Nítido;
XLVIII - Da Mais Alta Janela da Minha Casa;
XLIX - Meto-me para Dentro.


Fernando Pessoa - 13

Cancioneiro: Nota Preliminar
(As poesias dessa obra vão da pág. 14 à 26 deste setor)


Fernando Pessoa - 14

Abat-Jour;
Abdicação;
Abismo;
A Grande Esfinge do Egito;
A minha vida é um barco abandonado
A morte chega cedo
Andei léguas de sombra
A alcova


Fernando Pessoa - 15

Ao longe, ao luar
Aqui onde se espera
As horas pela alameda
As minhas Ansiedades
Assim, sem nada feito e o por fazer
As tuas mãos terminam em segredo
Às vezes entre a tormenta
Atravessa esta paisagem o meu sonho


Fernando Pessoa - 16

Autopsicografia
(?) Azul ou verde ou roxo
Baladas de uma outra terra
Bate a luz no cimo...
Brilha uma Voz na Noute...
Canção


Fernando Pessoa - 17

Cansa Sentir Quando se Pensa
Cerca de grandes muros quem te sonhas (Conselho)
Cessa o teu canto!
Chove. É dia de Natal
Chove. Há silêncio, porque a mesma chuva
Chove ? Nenhuma chuva cai...
Começa a ir ser dia


Fernando Pessoa - 18

Como a noite é longa!
Como inútil taça cheia
Como uma voz de fonte que cessasse
Conta a lenda que dormia
Contemplo o lago mudo
Contemplo o que não vejo
Dá a surpresa de ser


Fernando Pessoa - 19

Da minha idéia do mundo
De onde é quase o horizonte
De quem é o olhar
Ditosos a quem acena (Marinha)
Dizem que finjo ou minto
Dizem?
Dobre
Dorme enquanto eu velo...


Fernando Pessoa - 20

Dorme, que a vida é nada!
Dorme sobre o meu seio
Do vale à montanha
Durmo. Se sonho, ao despertar não sei
É brando o dia, brando o vento
Ela canta, pobre ceifeira
Ela ia, tranqüila pastorinha
Elas são vaporosas (Minuete Invisível)


Fernando Pessoa - 21

Em Busca da Beleza
Em horas inda louras, lindas
Emissário de um rei desconhecido
Em plena vida e violência
ALÉM-DEUS (as 5 poesias abaixo):
I) Abismo
II) Passou
III) A Voz de Deus
IV) A Queda
V) Braço sem Corpo Brandindo um Gládio


Fernando Pessoa - 22

Entre o bater rasgado dos pendões
Entre o luar e a folhagem
Entre o sono e sonho
Eros e Psique
Esqueço-me das horas transviadas (Passos da Cruz)
Esta espécie de loucura
Feliz dia para quem é


Fernando Pessoa - 23

Flor que não dura
Foi um momento
Fosse eu apenas, não sei onde ou como
Fresta
Fúria nas trevas o vento
Glosa
Gomes Leal
Grandes mistérios habitam


Fernando Pessoa - 24

Guia-me a só a razão
Ilumina-se a Igreja por Dentro da Chuva
Intervalo
Isto
Liberdade
Não digas nada!
Não: não digas nada!


Fernando Pessoa - 25

O Andaime
O Maestro Sacode a Batuta
O que me dói não é
Pobre velha música!
Põe-me as mãos nos ombros...


Fernando Pessoa - 26

Sonho. Não sei quem sou.
Sorriso audível das folhas
Tenho Tanto Sentimento
Teus olhos entristecem
Tomamos a Vila depois de um Intenso bombardeamento
Vaga, no azul amplo solta


Florbela Espanca - 1

A Flor do Sonho;
A Vida;
Alma a Sangrar;
Amar!;
Amiga;
Angústia.


Florbela Espanca - 2

Ao Vento;
Castelã da Tristeza;
Conto de Fadas;
Diz-me, Amor, como te Sou Querida;
Doce Certeza;
Em Busca do Amor;
Espera.


Florbela Espanca - 3

Eu;
Hora que Passa;
Lágrimas Ocultas;
Mentiras;
Noite de Saudade;
Para quê?!


Florbela Espanca - 4

Perdi os Meus Fantásticos Castelos;
Quem?;
Realidade;
Saudades;
Sem Remédio;
Vaidade;
Velhinha.


Huberto Rohden - 1

Não Sou Mestre de Ninguém;
Anseio por um Fogo Vivo.


Huberto Rohden - 2

Minha Filosofia Crucificada;
A Arte de Desaprender;
Insatisfeito.


Huberto Rohden - 3

Profano, Místico, Cósmico;
Minha Luminosa Escuridão;
Após o Egocídio.


Huberto Rohden - 4

Os Três Mundos Dentro de Mim;
Em Solitude Glacial.


Huberto Rohden - 5

Encontro Contigo Mesmo;
Ele é Bom - Crucifica-o!


Humberto de Campos - 1

Os Hiperbóreos;
Beatriz;
Poeira...;
Dor
Miritiba;
A Funda (Salvador Rueda);
África.


JG de Araújo Jorge - 1

A Casa Abandonada;
A Cruz de Ninguém;
À Espera;
A Ilusão de Ser Feliz;
A Última Estrela;
A Vida que eu sonhei.


JG de Araújo Jorge - 2

Adormecer;
Aquele meu Balão...;
As Estações do Amor...;
Aurora sertaneja;
Bilhete;
Bucólica.


JG de Araújo Jorge - 3

Caminheiro;
Canteiro de Opalas;
Cirandar!;
Cometa;
Declaração de Amor;
Dedicatória;
Diálogo.


JG de Araújo Jorge - 4

É por Muito te Amar;
Ela;
Esfinge;
Esquecimento;
Estranha Encruzilhada;
Eu não Acreditava Mais;
Êxtase.


JG de Araújo Jorge - 5

Deus!
(O Poema de duas gerações)


JG de Araújo Jorge - 6

Freira;
Fuga;
História de Amor;
Inconstância;
Inconstante;
Inédito;
Invernia.


JG de Araújo Jorge - 7

Jardim Suspenso;
Meu Céu Interior;
Meu Coração;
Nevando;
No Último Convés;
Num álbum;
O Meu Primeiro Verso.


JG de Araújo Jorge - 8

Orgulhosos;
Os Versos que te Dou;
Outono;
Par constante;
Para Você que não Conheço;
Piedade.


JG de Araújo Jorge - 9

Pressentimento;
Promessa;
Quarta-Feira de Cinzas;
Regato;
Renúncia;
Retorno Inútil;
Ruínas.


JG de Araújo Jorge - 10

Saudade;
Solidão;
Surpresa;
Triste;
Tudo Esqueço;
Voltaste;
Voltei!


JG de Araújo Jorge - 11

A Paineira e o Poente;
Ante a Estátua do Soldado Desconhecido;
Bazar de Ritmos;
Boa Noite.


Jorge Luís Borges - 1

A Felicidade;
A John Keats (1795-1821);
A Luís de Camões;
Arte Poética;
As Causas;
As Coisas.


Jorge Luís Borges - 2

Baltazar Gracián;
Camden, 1982;
Composição Escrita em seu Exemplar da Gesta de Beowulf;
Do que Nada se Sabe;
Everness;
Ewigkeit;
Gôngora;
James Joyce.


Jorge Luís Borges - 3

Labirinto;
Limites;
Nostalgia do Presente;
O Apaixonado;
O Cego - I;
O Cego - II;
O Cúmplice.


Jorge Luís Borges - 4

O Gólem;
Os Justos;
Os meus Livros;
Poema dos Dons.


Jorge Luís Borges - 5

Religio Medici, 1643;
Rubaiyat;
Sou;
Spinoza;
Susana Soca;
Texas;
Um Cego;
Um Leitor;
Xadrez - I;
Xadrez - II.


Khalil Gibran - 1

O Amor;
Os Desejos do Amor;
O Autoconhecimento;
A Amizade.


Khalil Gibran - 2

As Crianças;
A Liberdade;
As Dádivas;
A Tempestade.


Ledo Ivo - 1

A infância redimida;
A Moradia;
A Mudança;
Acontecimento do Soneto;
Canto Grande.


Ledo Ivo - 2

O Dia Inacabado;
Soneto da Enseada;
Soneto de Abril;
; Soneto de Roma;
Soneto dos Vinte Anos;
Soneto Presunçoso.


Lya Luft - 1

A Casa Inventada;
Aviso;
Canção da Escuta;
Canção do Caleidoscópio;
Canção em Outras Palavras;
Convite.


Lya Luft - 2

Dança Lenta;
Dizendo Adeus;
Guardei-me para Ti;
Ilhas;
Mar de Menina;
Rio do Tempo;
Semântica;
Tão Sutilmente em Tantos Breves Anos;
Todas as Águas;
Um Anjo Vem.


Mário de Sá Carneiro - 1

Álcool;
Distante Melodia;
O Poste Telegráfico;
Quase.


Mário Quintana - 1

Eu Ouço Música;
O Auto-Retrato;
Caminho;
Do Belo;
Quem Ama Inventa;
Se eu Fosse um Padre;
Deixa-me Seguir para o Mar;
Esperança;
A Verdadeira Arte de Viajar.


Mário Quintana - 2

Ah! Os Relógios;
O Velho do Espelho;
A Canção da Vida;
Obsessão do Mar Oceano;
Recordo Ainda;
OS Poemas;
O Mapa;
OS Arroios.


Mário Quintana - 3

I;
XII;
Dos Mundos;
Da Observação;
Dos Milagres;
Das Utopias;
Da Discrição;
Do Amoroso Esquecimento;
Canção de Barco e de Olvido;
O Morto;
Sempre que Chove;
Os Degraus;
Eu Escrevi um Poema Triste.


Mário Quintana - 4

O Luar;
Ser e Estar;
Envelhecer;
Pequeno Poema Didático;
Poema Olhando um Muro;
Este Quarto;
Cocktail Party;
Um Voo de Andorinha;
Tão Lenta e Serena e Bela.


Mário Quintana - 5

A Rua dos Cataventos;
Bilhete;
Canção do Amor Imprevisto;
Canção do Dia de Sempre;
Carta;
Clareiras;
Da Inquieta Esperança.


Mário Quintana - 6

Dos Nossos Males;
Espelho;
Eu Queria Trazer-te uns Versos Muito Lindos;
Inscrição para um Portão de Cemitério;
O Berço e o Terremoto;
Pequeno Esclarecimento;
Poema da Gare de Astapovo;
Poeminha Sentimental;
Poeminho do Contra;
Presença;
Projeto de Prefácio;
Seiscentos e Sessenta e Seis.


Mia Couto - 1

A adiada enchente;
A casa;
As ruas;
Autobiografia;
Errata;
Espiral.


Mia Couto - 2

Horário do fim;
Idade;
Lembrança alada;
Lições;
Mudança de idade;
No teu rosto;
Números;
O espelho.


Mia Couto - 3

O habitante;
O poeta;
O pouco pó que somos;
O que direi;
o rei;
Para ti;
Poema da despedida.


Mia Couto - 4

Prematuros olhos;
Raiz de orvalho;
Sementeira;
Sotaque da terra;
Viagem.


Nara Rúbia Ribeiro - 1

A Hora;
Alma Poética;
Anúncio de Entardecer;
Ao Pobre;
Autorretrato;
Aviso;
Calma;
Cansaço;
Castiçal;
Confissão.


Nara Rúbia Ribeiro - 2

Confissão de aprendizado;
Contraste;
Desavesso;
Desfazimento;
Devaneios;
Encontro;
Esboço;
Evolução;
Graça;
Historinha pra Ninar Gigante.


Nara Rúbia Ribeiro - 3

Li o Noticiário e Vi;
Limitação;
Mãos;
Mirante;
Ninho;
O Deus dos Poetas;
Observatório do meu Anjo da Guarda;
Olhar de Hoje;
Origem;
Pedido;
Piedade.


Nara Rúbia Ribeiro - 4

Pilares;
Poema do Fim do Mundo;
Resiliência;
Sede;
Sem Pele;
Sentido;
Sou;
Terminal;
Trincheiras;
Uma quase história de amor;
Sem Título (1);
Sem Título (2);
Sem Título (3).


Rabindranath Tagore - 1

Meu Coração;
Verdades;
Se não Falas;
De Gitanjali;
Flor-de-Lótus;
Poema de Despedida;
Pergunta.


Rabindranath Tagore - 2

As Coisas Transitórias;
Cântico da Esperança;
Gitânjali, 19;
Egoísmo.


Rabindranath Tagore - 3

O Último Negócio;
Troca;
Última Primavera.


Rudyard Kipling - 1

Se;
Viver é Arriscar-se.


Sophia de Mello Breyner Andresen - 1

A Estátua;
A Hera;
As Casas;
As Fontes;
As Imagens Transbordam;
As Pessoas Sensíveis;
As Rosas;
Bebido o Luar;
Biografia;
Brasília;
Caminho da Manhã.


Sophia de Mello Breyner Andresen - 2

Canção 2;
Chamo-te porque Tudo Está ainda no Princípio;
Cidade;
Como uma flor vermelha;
Enquanto Longe Divagas;
Escuto;
Esta Gente;
Este Búzio de Cós;
Este é o Tempo.


Sophia de Mello Breyner Andresen - 3

Eu Busco o Rastro de Alguém;
Eu Contarei;
Eurydice;
Exílio;
Felicidade;
Fundo do Mar;
Hora;
Intacta Memória;
Ir Beber-te;
Iremos Juntos Sozinhos pela Areia;
Labirinto;
Liberdade [2].


Sophia de Mello Breyner Andresen - 4

Mar;
Nunca Mais;
O Jardim e a Casa;
O Poema;
O Sol, o Muro o Mar;
Os Ritmos;
Paisagem;
Poema.


Sophia de Mello Breyner Andresen - 5

Pudesse eu;
Quem és tu;
Ressurgiremos;
Sacode as Nuvens;
Se Tanto me Dói que as Coisas Passem;
Sinal de ti;
Tolon;
Um dia;
Vela;
Alguns trechos curtos de Sophia.


Vinícius de Moraes - 1

A carta que não foi mandada;
Mas ao vê-lo assim tão triste e só;
A Porta;
Ausência;
Bom dia, tristeza;
Dialética;
Epitáfio;
Eu sei e você sabe;
Introspecção;
Minha namorada;
Natureza humana.


Vinícius de Moraes - 2

O Girassol;
O Poeta;
Pela Luz dos Olhos Teus;
Revolta;
São demais os perigos desta vida;
Soneto ao inverno;
Soneto de Fidelidade.


Walt Whitman - 1

Você, Leitor;
Com Você;
Do Inquieto Oceano da Multidão;
Enquanto Eu Lia o Livro;
Não me Fechem as Portas;
Poetas de Amanhã.


William Blake - 1

A Mosca;
Canção Louca;
Das Canções da Inocência (Introdução);
Mote de Thel;
O Torrão e o Seixo;
Provérbios do Inferno.


William Blake - 2

A Imagem Divina;
Das Canções da Experiência:
O Preço da Experiência.


Direitos Autorais Reservados

Pesquisa, seleção, digitação, revisão e edição por Euro Oscar.



Buscar no Site


Buscar na Web


Home