Poesias de Euro Oscar - 12


Índice

  1. Rumo à Nova Língua Mundial.
  2. Os Elétrons, Súditos?
  3. Crescer e Merecer Florescer.
  4. Meditação: Tranquilizar-se.

Rumo à Nova Língua Mundial

"Naquele tempo todos os povos
falavam uma língua só..."
Que contratempo, nos tempos novos,
de Babel! Comunicação em quiproquó.

E Roma se espalhou. Milhares de milhas.
Os hoje Portugal, Espanha, Itália e França;
ao longe a Romênia e as britânicas ilhas...
Depois a Inglaterra, nova Roma, no mundo avança.

Seja o inglês, que é prático e quase latino,
língua global; mantenha-se cada sotaque de nação.
Que essa língua pacifique, com pureza de menino,
e assimile o melhor de cada cultura e região...

Por que cada país se tornou uma Babel?
Cada povoação deturpa o idioma em dialeto.
”Vende frango-se”, escreveram num painel...
Escolas, TVs, rádio: ensinem o falar correto!

Cópia permitida, citando-se o autor Euro Oscar e o site https://www.eurooscar.com.
Se na Internet, incluir o link.


Os Elétrons, Súditos?

Os elétrons se alastram,
como palavras em palestra;
depois, como letras em livros,
migrantes, brincantes,
trinantes, vibrantes,
circulando; crianças num circo.

São elásticos, plásticos,
vizinhos pleonásticos,
talvez onomatopaicos.
Vislumbro-os belos, estéticos...
Será, o núcleo, Sol do átomo,
o seu rei, num trono eletrônico?

Cópia permitida, citando-se o autor Euro Oscar e o site https://www.eurooscar.com.
Se na Internet, incluir o link.


Crescer e Merecer Florescer

Você, com tudo o que é,
o seu total conteúdo,
é uma semente, somente.
Latente, tentando, testando.

Há todo um potencial.
Se a árvore crê-se forte, cresce forte.
Firma mais as raízes, enrama-se, verdeja,
abraça o espaço, derrama bons frutos.

Sonhe! Essas imagens, o seu virtual futuro.
Há um muro vivencial. Calcule, articule...pule!
Quebre e celebre a nova e rica semente,
para o oculto e real ser merecer florescer.

Cópia permitida, citando-se o autor Euro Oscar e o site https://www.eurooscar.com.
Se na Internet, incluir o link.


Meditação: Tranquilizar-se

Mergulhar no todo, tanto o inteiro quanto o vazio,
com a consciência. Não verbalizar, esquecer a mente,
embrulhar o método. Como no mar a vivência de um navio.
Sentir cada onda, se o mar é tranquilo; sem analisar,
sem pôr uma sonda. Viver, em vez de definir a vida.

Meditar é viver, sentir, sem medir, sem modificar.
Cada coisa, cada situação supera as próprias definições.
A falsa aparência se rende, batida, não mais ofusca,
se com a consciência se entende a vida. Seja essa a busca.

Cópia permitida, citando-se o autor Euro Oscar e o site https://www.eurooscar.com.
Se na Internet, incluir o link.


Próxima (13) | Índice | Anterior (11)


Home


Buscar no Site


Buscar na Web