Xamanismo - 21


Viagem Interior Xamânica


O Golfinho


Ter como animal de poder um golfinho é um privilégio. Permite lidar com o mar, com Netuno, com o sem forma, o infinito, a dimensão espiritual do Mundo. No quotidiano ajuda a lidar com as emoções. Vamos encontrar o golfinho no mar do nosso Mundo Interior.


Viajando

Com o olhar da sua imaginação,
com toda sua sensibilidade,
lembre-se dum barco no mar,
imagine-se num barco
no meio do oceano,
deliciando-se em respirar a brisa
carregada de aromas salinos,
admirando a dança da luz
nas ondas,
sentindo a brisa
acariciar seus cabelos,
seu rosto, seus braços, suas pernas.
Aqui está o Templo do Mar,
esse Templo da imensidão da água,
esse Templo sem forma, sem limites,
o Templo da água sensível,
a água que sente
o mínimo sopro de vento,
sente a carícia do Sol,
devaneia com a Lua,
recebe a luz das estrelas.
Aqui está o poderoso Templo
das Tempestades,
o Templo das emoções violentas,
como o Templo onde se delicia
a luz do dia
até explodir na tranquila beleza
do pôr do Sol.
Para entrar
nas profundezas do Templo
você chama um grande amigo,
seu animal de poder,
o golfinho.
Você veste um corpo de golfinho
para entrar no mar
dos sentimentos,
no mar das emoções,
brincar no mar,
alegrar-se,
divertir-se com inteligência
no mar da sua alma.
Diverte-se em chamar
uma tempestade,
e mergulha nas profundezas.
Nas profundezas da sua alma
tudo é tranquilo, sempre.
Nas profundezas da sua alma
tudo é tranquilo, sempre.
Sempre.
Com essa tranquilidade profunda
você sobe
deliciando-se em nadar
no mar tranquilo da manhã
quando a luz do dia desperta
nas ondas leves,
nadar no mar sereno da manhã,
no mar do dia
e do entardecer.


Próxima (22) | Índice | Anterior (20)


Fonte do Texto

O site www.dassigny.com.br autorizou a reprodução dos seus textos. Infelizmente esse site não existe mais, desde 2015, pelo menos. Adaptei o título e o subtítulo principal nas páginas deste setor do sítio.


Buscar no Site


Buscar na Web


Home