Discursos de Sai Baba

Olhem para o seu Interior e Vivenciem Deus

Data: 16/03/2010 – Ocasião: Festival de Ugadi1 – Local: Prasanthi Nilayam

"Esta terra de Bharat é o berço de muitas mulheres nobres como Savitri, que trouxe o seu marido morto de volta à vida; Chandramati, que apagou o fogo selvagem com o poder da verdade; Sita, que provou sua castidade saindo incólume do fogo ardente, e Damayanti, que reduziu a cinzas um caçador perverso com o poder de sua castidade. Esta terra de piedade e nobreza alcançou plenitude e prosperidade, tornando-se professora de todas as nações do mundo por causa dessas mulheres castas."
(Poema em télugo)

Dirija a visão para o seu interior e veja Deus dentro de você

Uma mulher que segue somente a seu marido e sente-se feliz em servi-lo é chamada Pativratha (mulher casta). Foi devido ao poder de sua castidade que Savitri conseguiu trazer, Satyavan, seu marido morto, de volta à vida.


A estrita adesão de Harishchandra à verdade

Chandramati cooperou totalmente, em todos os sentidos, com seu marido Harishchandra, que doou todo o seu reino ao sábio Viswamitra, num ato de caridade, tornando-se pobre, sem possuir sequer um centavo. Quando o sábio Viswamitra pediu a Harishchandra que lhe desse Dakshina (oferenda monetária) após haver recebido em doação o seu reino, Harishchandra pediu-lhe algum tempo para pagar a quantia do Dakshina. Deixando seu reino, Harishchandra seguiu para Kashi com sua esposa e seu filho Lohitasva a fim de conseguir o dinheiro para pagar ao sábio. Não encontrando outra forma de pagar a quantia solicitada, vendeu sua esposa e seu filho a um brâmane. Sendo uma rainha, Chandramati nunca havia feito trabalhos domésticos, mas foi encarregada de fazer tarefas servis, como lavar a louça e fazer a limpeza da casa do brâmane. O próprio Harishchandra assumiu o trabalho de zelador de uma área de cremação. O proprietário desse local de cremação encarregou-o de receber a taxa daqueles que vinham ao local para cremar corpos.

Certo dia, o brâmane enviou Lohitasva junto com outras crianças para a floresta, a fim de apanhar Darbha (grama usada em rituais de adoração). Lá, ele foi picado por uma cobra e faleceu. As outras crianças levaram o corpo a Chandramati. Como devia terminar as tarefas domésticas, antes de levar o corpo do filho morto ao pátio da cremação, já era noite quando lá chegou. Quando o zelador do pátio de cremação, que não era outro senão o seu marido Harishchandra, cobrou-lhe a taxa para cremar o corpo, disse-lhe que não tinha dinheiro para o pagamento. Vendo o Mangal Sutra em seu pescoço, Harishchandra disse-lhe, “Como você diz que não tem dinheiro? Vejo que usa um Mangal Sutra”. Ouvindo-o, ela pensou: “Somente meu marido pode ver o meu Mangal Sutra, e ninguém mais”. Então, ela lhe perguntou, “Você não é o meu marido Harishchandra?” Ele respondeu afirmativamente e foi acometido de grande pesar ao saber da morte de seu único filho. Entretanto, ele lhe disse que só poderia permitir a cremação do corpo do filho após o pagamento da taxa. Como não tinha o dinheiro, ela retirou seu Mangal Sutra e deu-o a ele. Naquele exato momento, o Senhor Shiva manifestou-se. Elogiou Harishchandra por sua estrita adesão à verdade e disse-lhe que todo o ocorrido fora um jogo divino para mostrar às pessoas do mundo que ainda existiam algumas pessoas nobres pelo mundo, que seguiam escrupulosamente a verdade. Também trouxe Lohitasva, o filho morto, de volta à vida. Entrementes, Viswamitra também veio. Ele devolveu o reino a Harishchandra e disse-lhe que tudo havia sido feito para testar o seu comprometimento com a verdade. Verdade é Deus.


Deus permeia cada átomo do Universo

As pessoas buscam Deus e indagam: “Onde está Deus? Onde está Deus?” Deus está em toda parte. Sarvatah Panipadam Tat Sarvathokshi Siromukham, SarvathaSruthimalloke Sarvamavruthya Tishthati (com mãos, pés, olhos, cabeça, boca e ouvidos, permeando tudo, interpenetra todo o universo). Deus não tem princípio nem fim; não nasce nem morre. O corpo humano é temporário e efêmero como uma bolha de água. Mas é a morada de Deus, que é eterno. Deus não está fora, está no interior de vocês. O mesmo Atma é imanente em todos os seres, inclusive pássaros, animais e insetos.

Deus se manifesta na forma em que Seus devotos O contemplam. Se uma mulher considerar seu marido como Deus, ela poderá realizar Deus por meio dele. Sejam quais forem seus sentimentos ao pensar em Deus, essa será a forma com que Deus Se manifestará diante de vocês. Daivam Manusha Rupena (Deus tem a forma de um ser humano). Todos somos encarnações de Deus. Logo, a resposta para a pergunta ”Onde está Deus?” é: “Deus está em toda parte”. O Atma, presente em vocês, na forma de consciência está presente em todos. Não podem dizer que a consciência está aqui e não ali; está em toda parte. Deus é onipresente. Não é preciso procurar Deus, presente em toda parte, em todos os lugares. Portanto, é muito fácil conhecer Deus. Procurem compreender que tudo no universo é permeado por Deus. O objetivo de toda a sua educação é vivenciar Deus, presente em tudo e em cada ser. Atingir esse ideal deve ser o objetivo das suas vidas. Fechem os olhos e contemplem a forma de Deus de sua preferência. Seja qual for a forma, é nessa forma que Deus Se manifestará para vocês. Nunca pensem que Deus está em algum lugar distante ou que esteja presente apenas em algum local em particular e não em outro. Ele está presente em toda parte e permeia cada átomo do universo.


Vejam Deus em todos

Hoje é dia de Ugadi, o primeiro dia de Chaitra Masa (primeiro mês do calendário indiano). Simboliza o início do Ano Novo. De fato, Ugadi significa o início de uma nova era. Mas não é o início verdadeiro de uma nova era; a verdadeira nova era começa quando o homem tem pensamentos novos e nobres. Portanto, voltem-se para o seu o interior e vivenciem Deus presente em seus corações. Essa é a verdadeira celebração de Ugadi. Compreendam que Deus está presente em toda parte. Deus está onde as pessoas o adoram por diversos nomes. Pode haver muitos doces como Gulab Jamun, Mysore Pak, Jilebi, mas o açúcar contido em todos é o mesmo. Pode haver diferenças em relação aos nomes e formas das pessoas, mas a divindade imanente em todas é a mesma. Ekham Sath Viprah Bahudha Vadanti (a verdade é uma, porém os sábios referem-se a ela por vários nomes). Vejam o retrato de Krishna usando uma coroa com uma pena de pavão ou aquele de Shiva com o terceiro olho. Essas são simples representações de Deus. Deus não tem forma, está além de todos os nomes e formas. Portanto, não limitem Deus a qualquer nome ou forma. Não tenham a falsa noção de que Deus está presente unicamente neste ou naquele lugar. Contemplem Deus em seus corações e obtenham Sua graça. A partir deste sagrado dia de Ugadi, vejam Deus em todos. Com quem quer que se encontrem, ofereçam as suas saudações, considerando-o como encarnação de Deus. Isso é a verdadeira meditação. Deus está em vocês; vocês mesmos são Deus. Então, onde irão procurar Deus? Alguém busca a si mesmo? Sendo vocês mesmos Deus, como poderá haver mais um Deus? Voltem a sua visão para seu interior e vejam Deus dentro de vocês.

Quando dizem “este é o meu corpo”, quem é este “meu”? Certamente o corpo é separado, e vocês estão separados. Compreendam essa verdade. Essa é a verdadeira devoção. (Bhagavan chamou um dos rapazes e perguntou-lhe: “De onde você vem?” Quando o rapaz respondeu que vinha de Mumbai, Bhagavan disse: “O seu corpo veio, de fato, de Mumbai, não você”). Compreendam essa verdade: “Eu sou o Eu”. Quando dizem “eu sou fulano de tal”, o que isso transmite? Seus nomes foram dados por seus pais. Vocês não nasceram com esse nome. Não pensem que os seus corpos são permanentes. O corpo físico dura somente por um tempo limitado. No final, deverão deixá-lo. (Swami chamou outro rapaz e perguntou: “O que você quer?” O rapaz disse: “Swami, quero Você, quero o Seu amor. Esteja sempre conosco, Swami”). Então Swami disse: “Estou sempre com vocês. Todos vocês Me pertencem. Sempre que Me contemplarem em seus corações, manifestar-Me-ei diante de vocês. Hoje é dia de Ano Novo. Sejam felizes.”


Nota

1* - Dia de Ano Novo nos Estados de Andra Pradesh, Karnataka e Maharastra. A palavra “Ugadi” significa o início de uma nova Era (ou Yuga).



Tradução e revisão da Coordenação de Publicação
Conselho Central do Brasil



Índice dos Discursos

Setor sendo ampliado


Fonte

Organização Sri Sathya Sai do Brasil.
https://www.sathyasai.org.br


Agradecimento

Muito grato à equipe do site da Organização Sri Sathya Sai do Brasil, por ter atendido dois pedidos meus, via mensagens de e-mail, em agosto de 2007: o primeiro deles para utilizar os materiais do seu site; e o outro me consentindo a conversão dos PDFs com os discursos para páginas HTML, para uso neste site.



Buscar no Site

Home