Imagens de Animais Selvagens - 90


Photos of Animals, Wildlife Pictures


O hipopótamo é um animal muito agressivo e de comportamento imprevisível

Hipopótamos no rio.

O hipopótamo-comum (Hippopotamus amphibius) ou hipopótamo-do-nilo é um mamífero herbívoro de grande porte da África subsariana e uma das duas únicas espécies não extintas da família Hippopotamidae, sendo a outra o hipopótamo-pigmeu (Choeropsis liberiensis ou Hexaprotodon liberiensis).

O seu nome provém do grego antigo, significando "cavalo do rio" (ἱπποπόταμος).

Em português, como a palavra hipopótamo é um nome epiceno (só tem uma forma), o seu feminino é hipopótamo fêmea. Em inglês, o plural de "hippopotamus" é hippopotamuses, embora também se possa usar a palavra "hippopotami". "Hippos" pode ainda ser usado como plural abreviado.

Apesar das suas semelhanças físicas com os porcos e outros ungulados artiodátilos (sendo por isso designado de animal porcino, os seus parentes vivos mais próximos são os cetáceos (baleias, golfinhos, etc.), dos quais divergiram há cerca de 55 milhões de anos.

Constituem o terceiro maior animal de vida terrestre no que diz respeito ao peso (entre 1½ e 3 toneladas): as únicas espécies em média mais pesadas são os rinocerontes-brancos e os rinocerontes-indianos, bem como os elefantes.

Eles apresentam um comprimento, em média, de 3,5 metros e uma altura de 1,5 metro.

O hipopótamo é um dos maiores quadrúpedes e, apesar do seu aspeto entroncado e patas curtas, consegue facilmente ultrapassar um ser humano. Há registros de velocidades de 30 km/h atingidas por hipopótamos em curtas distâncias.

É um animal altamente agressivo e de comportamento imprevisível, sendo considerado um dos animais africanos mais perigosos. Contudo, são uma espécie vulnerável, devido à perda dos seus habitats e por causa da caça pela sua carne, dentição canina de marfim e pela sua pele.

O hipopótamo é um animal semiaquático que habita as margens de rios, lagos e pântanos do gênero dos mangais, podendo mesmo chegar às águas salobras dos estuários, onde um macho dominante preside sobre um trecho de rio, onde agrupa entre cinco e trinta fêmeas e jovens crias.

O hipopótamo é um animal gregário, vivendo em grupos que podem atingir o número de 30 espécimes. A estes grupos dá-se o nome coletivo de manada.

Durante o dia eles mantêm o corpo fresco ficando na água ou na lama; tanto o acasalamento como o parto ocorrem na água. Emergem dela ao anoitecer para se apascentarem na erva. Ainda que se mantenham perto uns dos outros na água, a pastagem é uma atividade solitária, não tendo hábitos territoriais em terra seca.

Os hipopótamos deixam a água ao pôr-do-sol e afastam-se da margem, por vezes até uma distância de 10 km, de modo a pastarem ervas rasteiras, a sua principal fonte de alimento. Passam cerca de 4 a 5 horas a pastar e conseguem consumir 68 kg de erva por noite, podendo causar estragos em plantações agrícolas.

Tal como a maioria dos herbívoros, eles consomem outras plantas que lhes sejam apresentadas, mas a sua dieta em estado selvagem consiste quase exclusivamente de erva, com um consumo mínimo de plantas aquáticas (nomeadamente papiros, lótus e rizomas).

Fonte: texto adaptado da Wikipédia.


Próxima (91) - Índice - Anterior (89)


Fonte

https://www.geerts.com


Buscar no Site


Buscar na Web


Home