Mais de Mil Receitas Vegetarianas - 327

PANQUECA INTEGRAL DE FRUTAS

Não é preciso usar ovos nem leite de vaca para preparar excelentes panquecas.
Sementes de linho (linhaças) moídas são excelentes substitutos para ovos em pães e biscoitos;
ou salpique-as no sucrilho quente.
Deleite-se recheando as panquecas com muitas frutas.

INGREDIENTES:
2 colheres de sopa de óleo vegetal;
1 e 1/2 xícaras de leite (de cereais ou de soja);
2 colheres de chá de adoçante natural (por exemplo, estévia pura, moída, xarope de bordo ou mel);
1 colher de sopa de sementes de linho (linhaça) moídas
ou outro substituto de ovos, ou 1 ovo;
1/4 de xícara de 1 xícara de frutas;
(morangos, maçãs em fatias finas, bananas, etc.)

PREPARO:
Dá certo.
É só não deixar queimar demais na hora de assar.
Pode-se na véspera iniciar a fazer a massa,
misturando um pouco de água morna (1/2 copo)
à mesma quantia de farinha de trigo integral.

Bater bem com um garfo, cobrir de leve com um papel e deixar em lugar escuro (armário da cozinha, estufa do fogão etc.), por pelo menos uma noite. No dia seguinte deverá estar com cheiro diferente e meio espumoso, começando a fermentar.

Coloque este "fermento" numa terrina ou gamela grande (de madeira, p. ex.), acrescente mais meio copo de água morna, um pouco de sal (de uma pitada a uma colher de chá, dependendo do gosto do freguês), um pouco de óleo (mais ou menos uma colher de sopa), bata com um garfo para misturar.

Polvilhe farinha sobre a superfície do líquido, bata com o garfo.

Repita até que fique pesado demais para bater com o garfo,
quando então você deverá passar a usar a mão (comece com uma só, separe a outra para ir polvilhando a farinha, ou daqui a pouco você parecerá mais um biscoito gigante do que uma pessoa).

A idéia é ir incorporando a farinha aos poucos,
para que ela absorva bem o líquido.
Você provavelmente usará mais de meio quilo
e menos de um quilo de farinha.
A quantia varia;
quanto mais nova a farinha,
mais água ela pode absorver
(e mais gostoso fica o pão, sem dúvida.)

Quando a consistência da massa estiver "amassável",
polvilhe uma superfície (mesa, mármore, tábua grande),
com farinha, coloque ali a massa e,
com as duas mãos, comece a amassar.

Faça assim:
dobre a massa sobre si mesma uma vez
e pressione com as duas mãos;
vire a massa, dobre de novo, pressione de novo; cuidado para não romper nem rasgar a massa.

Se estiver grudento, polvilhe de farinha.
Vá amassando, polvilhando e amassando
até que suas mãos fiquem limpas
e a massa com a consistência do lóbulo da orelha.

Devolva então a massa à terrina,
cubra com um guardanapo ou pano de prato
e guarde-a no armário ou estufa, etc.

Ela vai demorar mais para fermentar do que as massas que levam fermento de padaria ou químico.

Dependendo do clima, de uma noite (8 horas) a um dia inteiro.

Ao fermentar ela cresce de tamanho e muda de cheiro.
Fique de olho para não fermentar demais,
ou o seu pão terá gosto de azedo!
(Arrisco um pão de centeio fermentado por 2 dias.) O sabor azedo-doce do centeio fermentado é exótico.

Unte e polvilhe um tabuleiro,
coloque a massa nele,
forme uma broa/trança/bisnaga,
coloque no forno pré-aquecido
e deixe lá até cheirar bem e estar assado.
O forno deve ficar alto nos primeiros dez minutos
e depois bem mais baixo.

Coloque também dentro do forno uma latinha com água,
para o pão ficar mais macio.
Depois de adquirir alguma prática,
você pode incrementar o pão.

Inclua castanhas do pará ou nozes,
recheie com frutas secas ou frescas,
- banana, maçã, passas -,
tempere com canela, cravo, anis.
Ou então com alho ou cebola.
Cubra com gergelim ou aveia em flocos.

Misture arroz cozido, farinha de centeio,
aveia ou cevada à farinha de trigo.

Faça pãezinhos recheados e surpreenda as crianças:
abóbora hokkaido cozida e amassada num recipiente,
bananas noutro,
refogadinho de cebola e cenoura num terceiro.

[Pode-se usar arroz azedo como "fomentador" da fermentação. Fermenta bem depressa e fica muito gostoso.]

Se não tiver paciência de esperar fermentar,
pode também abrir fininho com o rolo de pastel,
pôr no tabuleiro untado e polvilhado,
cobrir de gergelim,
assar por pouco tempo (15 minutos, mais ou menos)
e fazer um cracker de dar água na boca!

O que dá mais trabalho aí é abrir a massa e enfornar,
antes que a família coma a fornada anterior ainda quente...

Observação: amassar pão é uma excelente atividade anti-stress e meditativa.

FONTE:
Do livro “A Dieta Saudável dos Vegetais”.
Versão de Beatriz Medina.
www.vegetarianismo.com.br
Com leves alterações de Euro Oscar, autor desta página (eu mesmo). Conto com a compreensão da Beatriz.

Próxima (328)    Anterior (326)

Índice das Receitas Vegetarianas

A a E    F a P    Q a Z

Índice Geral de Vegetarianismo

Receitas vegetarianas, macrobióticas,
Substitutos veganos, dicas sobre crianças...

Notas de Euro Oscar

Sobre Direitos Autorais e acerca do trabalho

Google
 
Web www.eurooscar.com

www.eurooscar.com  -  eurooscar@gmail.com
©Todos os Direitos Reservados

Política de Privacidade - Privacy Policy

Se não vê o menu esquerdo de navegação clique aqui.

Only if you are not seeing the left navbar click here.

Home