Revista Amaluz: Página 99


Cápsula do Tempo. Wingmakers: Fazedores de Asas


Outra Entrevista do Dr. Anderson, por Anne


Parte 13 (de 13)
(Parte 2 da parte 10 da revista)


Trecho Final da Entrevista


Anne: "Assim o Corteum faz toda a produção daquilo que o Grupo Labirinto projeta. O que aconteceria se os Corteums decidissem repentinamente, por qualquer razão, não compartilhar estas tecnologias? O Grupo Labirinto não deixaria de existir?"

Dr. Anderson: "Talvez. Mas Fifteen é muito astuto e colocou certas contingências para que isso jamais aconteça. Tenha em mente que os Corteums estão tão ansiosos quanto nós para desenvolver esta tecnologia, talvez mais. Eles têm um tremendo respeito por Fifteen e por todos os membros do Grupo Labirinto. Porém, quando o Grupo Labirinto foi inicialmente formado, Fifteen negociou com os Corteums para compartilhar todo código-fonte para os projetos que saíram da pesquisa de BST. Todas as tecnologias de base foram reproduzidas em dois laboratórios de pesquisa distintos. Há uma total redundância, inclusive o próprio fornecimento de energia."

Anne: "Os líderes dessas organizações secretas tentarão pressionar Fifteen para encontrá-lo... com a tecnologia de visão remota, eles não o acharão facilmente?"

Dr. Anderson: "Os líderes dessas organizações secretas sabem muito bem que não têm nenhuma força com Fifteen. Depois que eles lerem essas informações, saberão que vão ter menos força ainda. Fifteen e o Grupo Labirinto projetaram e desenvolveram todos os seus sistemas de segurança. Todos, sem exceção. Eles sabiam que ficariam sempre endividados com o Grupo Labirinto com relação a certas tecnologias que os tornaram - falando metaforicamente - invisíveis. Não podem pressionar Fifteen. Na realidade, é exatamente o oposto, Fifteen é que pode pressioná-los... embora ele nunca o fará. Para Fifteen, essas organizações simplesmente representam a melhor alternativa do que deixar nossos próprios governos tomarem o controle da economia e da ordem social da infraestrutura mundial. Consequentemente, ele simpatiza com eles e tenta ajudá-los à medida que pode dispor de tempo e energia."

Anne: "Assim como você vai se esconder deles?"

Dr. Anderson: "Iniciei este processo de deserção quase um ano atrás. Como eu lhe falei antes, comecei sistematicamente a me livrar das precauções invasivas de segurança do ACIO... que incluem sensores eletrônicos implantados debaixo da pele na parte de trás do pescoço. Me livrei eficazmente desses dispositivos assim teria uma oportunidade de permanecer oculto até que uma solução razoável pudesse ser negociada."

Anne: "Presumo que não há nada que a polícia ou FBI possam fazer para ajudar?"

Dr. Anderson: "Nada em que eu esteja interessado."

Anne: "Mas o que você vai fazer para se proteger?"

Dr. Anderson: "Como você pode imaginar, Anne, há certas informações que não posso compartilhar com você, dada a natureza destas entrevistas. Este é um exemplo e eu não posso contar mais do que eu já contei."

Anne: "Você poderia ficar um pouco mais, pois, tenho mais algumas perguntas?"

Dr. Anderson: "Eu posso ficar tanto quanto for necessário."

Anne: "Bom, não acho que vai levar muito tempo.... Gostaria de voltar para os WingMakers novamente. Normalmente não sou assim tão dispersa. É que você acabou me dizendo coisas que me levam a centenas de direções e eu não consigo me manter focada. Desculpe... De qualquer forma, me conte mais sobre suas experiências com os WingMakers. Você disse anteriormente que teve visitas deles... correto?"

Dr. Anderson: "Sim".

Anne: "Então como eles são e o que disseram?"

Dr. Anderson: "Bem, suponho que a melhor maneira de descrevê-los é que eles estavam como em um sonho lúcido. A primeira vez que eu interagi de fato com eles, eu estava tirando uma soneca no laboratório e acordei de repente como se alguém tivesse me batido no ombro para me acordar, e quando me virei, não havia ninguém lá. Eu não dei muita importância, achando que era um sonho, e continuei meu cochilo. Uma outra coisa que lembro é que acordei e vi dois objetos luminosos do tamanho de um ser humano e com a aparência de um corpo... embora eles fossem muito luminosos para olhar diretamente para eles... inicialmente não estava realmente seguro do aparecimento deles..."

"...A luz tinha uma qualidade de pulsação rítmica e esse pulsar parecia absorver minha própria consciência. Era como... como se estivesse sentindo algo que era ao mesmo tempo extremamente poderoso, mas igualmente suave... o efeito polarizante era muito incomum. Emocionalmente, não senti medo, mas mentalmente, me senti em conflito com minha confiança, como se eu devesse sentir medo. Devo ter permanecido semiconsciente com esta experiência por talvez dez segundos ou algo assim, e então percebi que minha mente estava unida à mente destes seres...

"...Eles me falaram que eram os WingMakers e que tinham entrado em meu tempo para me ajudar. Eles só estavam interessados na abertura de suas mensagens codificadas porque sentiam que a cápsula de tempo tinha caído em boas mãos. Eles codificaram suas mensagens por duas razões: primeiro, assegurar a segurança da cápsula do tempo e seu conteúdo, e segundo, estarem certos que quem a descobrisse, a utilizaria para atingir os objetivos dos WingMakers e não os próprios objetivos."

Anne: "Você está dizendo que eles sentiam que o Grupo Labirinto não iria aplicar o programa dos WingMakers ? Se este era o caso, eu não acho que esses WingMakers têm uma boa imagem do Grupo Labirinto.

Dr. Anderson: "Exceto por um pequeno detalhe. Os WingMakers são o Grupo Labirinto... só que 750 anos no futuro.

Anne: "Você está brincando. Como isso poderia ser?"

Dr. Anderson: "Isso é quase exatamente o que eu disse na ocasião, somente que foi expressado com mais assombro. Nós tínhamos considerado a possibilidade como uma de nossas hipóteses, mas nunca foi levado seriamente porque nunca tivemos provas ou evidências, além das representações simbólicas..."

"...De qualquer maneira, isso era essencialmente o que eles quiseram me comunicar na primeira interação consciente. Eles, por qualquer razão, tinham me escolhido para ser a ligação deles e estavam dispostos a me ajudar para levar os conteúdos da cápsula do tempo para o domínio público, e mais especificamente, para a Internet. Isso era a essência de suas instruções...

"...Assim quando..."

Anne: "Eu ainda não entendo como eles poderiam representar o Grupo Labirinto... Se eles têm BST então por que não o utilizam como eu disse antes? Qual é a preocupação deles?"

Dr. Anderson: "Como a maioria das coisas relativas a BST, você tem que se desfazer de todos seus preceitos convencionais de como as coisas funcionam, antes que você possa entender a natureza de BST..."

"...Os WingMakers são o resultado de uma total nova evolução da humanidade. Eles não estão presos ao tempo. Eles podem separar seus egos físicos e não-físicos e, em um estado posterior, viajar pelo tempo vertical e interagir com ele. Eu não sei se é exatamente essa forma de BST que Fifteen têm em mente... parece mais como uma bilocação, só que em períodos de tempo diferentes em vez de espaço. Enquanto no tempo diferente eles podem rematerializar seus corpos físicos e interagir com o ambiente físico se quiserem. Eles podem até trazer objetos com eles e transferi-los para um tempo diferente, como fizeram no caso do Ancient Arrow..."

"...Mas fornecer BST, ou qualquer aspecto dele, para qualquer pessoa, organização, ou governo, você tem primeiro que entende-los completamente e através dessa compreensão, confiar neles. Isso leva tempo e muita experiência observacional. Também é necessário testar. E eu penso que isso é o que os WingMakers estão fazendo com suas cápsulas do tempo. Eles estão testando o Grupo Labirinto, e Fifteen em particular, para ver quais são suas verdadeiras intenções."

Anne: "Eu sei que isto vai parecer uma pergunta capciosa, mas os WingMakers estão 750 anos à frente de nós. Certo?"

Dr. Anderson: "Sim."

Anne: "E no futuro deles, eles representam o Grupo Labirinto. Certo?"

Dr. Anderson: "Sim, isso está correto."

Anne: "E eles não confiam nos atuais membros e/ou liderança do Grupo Labirinto. Certo?"

Dr. Anderson: "Aparentemente não o suficiente para simplesmente entregar suas tecnologias."

Anne: "Portanto essa é a razão que colocaram seus conhecimentos de BST dentro de sete cápsulas do tempo e as plantaram dentro ou debaixo de formações de pedra ou onde quer que seja. Mas li em um dos memorandos do ACIO ou... talvez você tenha me falado... que a cápsula do tempo final não seria descoberta até o ano 2023. E que é depois que a raça alienígena tomará a terra. Não faz sentido."

Dr. Anderson: "Eu entendo sua linha de questionamento. Infelizmente, minhas interações com os WingMakers tem sido em tópicos diferentes. Talvez, mais tarde eu aprenda mais sobre o plano deles até as eleições de 2018 e sobre a vinda desses alienígenas hostis. Eu tive somente três interações com eles, e todas as três foram encontros breves, e principalmente comunicações unilaterais... eles que passam mensagens para mim."

Anne: "Eu estou sentindo necessidade de terminar esta nossa sessão. Minha cabeça está estourando. Eu acho que se agora você me contasse qualquer coisa um pouco mais profunda, entraria por uma orelha e sairia por outra. Nós podemos nos encontrar novamente na quarta-feira e talvez voltar para esses encontros que você teve com os WingMakers?"

Dr. Anderson: "Sim, está bom para mim."

Anne: "Certo. Por esta noite, chega."

Fim da Sessão.


Próxima (100) | Índice | Anterior (98)


Nota de Euro Oscar

Em verdade são 13 as páginas deste site referentes às entrevistas com o Dr. Anderson, que correspondem às 5 partes não mais disponíveis na Internet (as partes 5, 7, 8, 9 e 10).

Por serem longas as transformei em 13, que mesmo assim continuam extensas. Faltam as quatro primeiras partes originais, de acordo com a publicação impressa, bem como a sexta, que não estavam disponíveis no site original da revista Amaluz, cujos conteúdos não se encontram mais na Internet. O site atual usa o antigo nome, mas está em mãos de outra empresa ou pessoa e possui outro tipo de conteúdos. Mesmo assim, os antigos textos da revista, aos quais me permitiram o acesso e divulgação aqui no site, permitem uma boa compreensão do contexto dos temas e a captação das mensagens essenciais, principalmente porque consistem em perguntas e respostas, onde são retomados temas que estavam nas outras páginas ausentes.

Subdividi em 2 páginas este quinto trecho, que originalmente era a "Parte 10" na revista Amaluz. As páginas que faltam não se acham na INTERNET, em português, até o presente momento.


Fonte

Textos publicados originariamente na revista Amaluz, que há mais de dez anos não tem sido editada, embora fosse uma ótima publicação. Permitiram estas minhas republicações aqui, pelo que fico imensamente grato. Faço votos de que a estimada revista e o site possam renascer, com a mesma qualidade de antes.
Euro Oscar, autor deste site.


Buscar no Site


Home